BLOG ACHE PEÇAS

Bomba de óleo, saiba quais são os sinais que indicam problemas!

A Bomba de óleo é o coração do sistema de lubrificação do motor. 

Tem como responsabilidade a circulação do óleo no interior do motor, ou seja, faz a lubrificação das partes móveis do motor e peças anexadas a ele. 

Mas como saber que a bomba de óleo está apresentando sinais de defeitos? Veja no texto abaixo e confira mais informações. Continue a leitura!

Qual a função da bomba de óleo?

De modo geral, a bomba de óleo, composta por carcaça, engrenagens internas, eixos e válvula.

Ela utiliza o movimento do motor para bombear o óleo dentro do cárter nas galerias do motor, dessa forma lubrificando os seus componentes. 

Por isso, a bomba de óleo é fundamental para o desempenho do motor do veículo.

 Quando essa bomba começa a apresentar problemas, o motorista deve procurar uma oficina de confiança para testar a pressão da bomba e identificar a possível causa.

Para a troca da bomba de óleo, não há uma quilometragem que indique o momento da troca, mas é indicado substituir quando se repara peças internas do motor.

Como identificar problemas na bomba de óleo?

É importante ficar atento a alguns sinais que indicam a hora de substituição da bomba de óleo. 

Pois não há uma quilometragem específica para efetuar a troca da bomba de óleo. Se não realizadas as devidas manutenções, o seu mau funcionamento pode fundir o motor. 

Um ponto positivo da bomba de óleo é que quando ela está com algum problema, não demora para o carro começar a apresentar sinais, ou seja são facilmente identificáveis.

Veja nos tópicos abaixo como identificar problemas na bomba de óleo:

  • As luzes do painel se acendem

O primeiro sinal de que a bomba de óleo apresenta defeitos, é quando a luz do painel acende. Além disso, o motor do carro também começa a fazer um barulho de batimento.

A luz do óleo pode indicar um problema ainda mais grave como: excesso de folga entre partes móveis do motor. 

Quando os componentes de dentro que se atritam, podem ocorrer um desgaste excessivo, e aumentar a folga. Esses componentes podem ser, por exemplo, os casquilhos ou bronzinas.

  • Ruídos no virabrequim

 Quanto mais evidente esse barulho se torna, significa as chances de o motor parar de funcionar ou apresentar falhas devido à falta de lubrificação.

Esses sintomas indicam os desgastes nas partes móveis do motor como:

  • Buchas;
  • Mancal; 
  • Bronzina de biela.
  • Problema na válvula da bomba de óleo

Quando a válvula é travada aberta, devido a contaminação do lubrificante pode acontecer de perder a pressão do motor causando a fundição do mesmo.

Uma válvula quando travada fechada, acarreta em excesso de pressão e danifica o filtro de óleo

Pode parecer um problema simples, mas se esse tipo de dano acontece, toda a bomba deve ser trocada, pois não é possível efetuar a troca dos componentes de forma individual.

  • Variação na pressão do óleo

Quando a bomba de óleo apresenta defeito, há baixa pressão do líquido lubrificante, tal variação pode ser aferida com o manômetro.

Outros sinais bastante evidentes são:

  • Queima de óleo excessiva
  • Borras de óleo no sistema de lubrificação

Agora que você já viu como identificar os problemas, veja quais os principais cuidados com a bomba de óleo para que funcione adequadamente.

Como fazer a troca da bomba de óleo?

A troca da bomba de óleo é um processo mais demorado, pois a peça se encontra embaixo do bloco do motor. 

Em conjunto com a troca da bomba, aproveite para checar outros componentes do motor como:

  • Filtro de óleo
  • Interruptor de pressão de óleo
  • Pescador
  • Tuchos hidráulicos

Ao efetuar a troca da bomba de óleo, alguns cuidados devem ser feitos antes da instalação:

  • Verifique se a bomba de óleo gira livremente;
  • Carregue a bomba com o mesmo óleo que será utilizado no motor, para a formação do selo hidráulico, responsável por puxar o óleo do cárter;
  • Verifique durante o procedimento de instalação, se a base de apoio da bomba está limpa e se apresenta algum risco ou amassado que levem ao vazamento ou entrada de ar;
  • Cheque se a instalação do pescador foi feita corretamente, sem que permita a entrada de ar, e por conseguinte prejudique o volume de óleo;

Agora que você já viu como funciona, quais os sinais de defeitos e como é feita a instalação da bomba de óleo. Confira os principais cuidados para que a sua bomba de óleo não apresente defeitos:

Quais os cuidados necessários com a bomba de óleo? 

Os cuidados com a bomba de óleo são:

  • Siga as especificações que constam no manual do veículo e recomendadas pela montadora do seu carro;
  • Não utilize peças de segunda linha. Dê preferência por peças de qualidade adquiridas de empresas idôneas;
  • Faça a manutenção preventiva e realize a troca do óleo do motor e do filtro de óleo a cada 10 mil quilômetros rodados;
  • Cuidado ao utilizar óleos vencidos ou com viscosidade errada, pois podem causar problemas na bomba de óleo.

Conclusão 

Em resumo, a bomba de óleo é fundamental para o funcionamento do motor, pois é responsável pela lubrificação das partes móveis do motor.  

Quando apresenta sinais de defeito, deve ser verificada a troca da bomba do óleo.

Se você não quer ter problemas no futuro, realize manutenções preventivas, conforme as recomendações do manual do veículo e procure por uma oficina mecânica de confiança.

LEIA TAMBÉM...

Solicite seu orçamento agora mesmo!

CONTATO

(47) 3434-6042

WHATSAPP

(47) 9.9986-8855

E-MAIL

contato@achepecas.net

ENDEREÇO

R. Victor Kursancew, 284 - Costa e Silva, Joinville - SC, 89218-400

×