BLOG ACHE PEÇAS

ESCAPAMENTO – PRINCIPAIS PROBLEMAS INDICADOS ATRAVÉS DA FUMAÇA E COMO RESOLVÊ-LOS

O escapamento de seu carro pode dar sinais muito úteis de como anda a saúde de seu veículo. É necessário ficar atento a eles porque ignorá-los pode significar prejuízos.

Era uma vez um cara que botou um motor numa carroça e inventou o automóvel.

Na verdade, foi algo um pouco mais complexo que isso. Levou muito tempo para que o motor a explosão, em definitivo, viesse parar dentro do capô de seu veículo.

E com um motor em funcionamento dentro de uma caixa, um problema logo surgiu: a fumaceira que era produzida precisava ser jogada fora. 

Qual a função do escapamento

É intuitivo imaginar que, de imediato, alguém conectou um tubo qualquer na saída do motor para que a fumaça fosse expelida para longe dos narizes mais sensíveis.

Criava-se assim o escapamento.

Quem diria que, de lá pra cá, a indústria automobilística cresceria tanto e toneladas de investimentos, estudos e patentes surgiriam.

O setor hoje movimenta trilhões de dólares, emprega milhões de trabalhadores mundo afora e moldou por um século toda uma sociedade movida a petróleo, borracha e aço.

A tecnologia veio inclusive para analisar essa tal fumaça, com informações e estudos mostrando que o incômodo não era só uma questão de sensibilidade.

Os fumos do escapamento são tóxicos, compostos principalmente por gases venenosos como o dióxido e o monóxido de carbono, muito prejudiciais à saúde.

E falando em saúde, os técnicos descobriram que a própria cor da fumaça oferece parâmetros analíticos de como anda seu motor.

Meu escapamento está soltando fumaça branca, e agora?

Já ouviu falar de fumaça branca? Calma, não precisa chorar.

Se estiver saindo fumaça branca de seu escapamento, pode ser que seja apenas a condensação da umidade do ar que ocorre nos dias frios.

Mas a fumaça branca continua, mesmo depois de algum tempo do motor ligado?

Bom, então pode chorar agora.

Se a fumaça branca persistir é porque o líquido de arrefecimento do motor, que deveria estar circulando com a água, do radiador para as galerias ao redor das partes quentes, foi parar dentro da câmara de combustão.

Se isso está acontecendo, a queima de ar mais combustível está levando vapor de água com refrigerante junto.

Isso vai diminuir o nível do seu líquido de arrefecimento e se o vazamento não for sanado vai fundir seu motor.

O vazamento pode estar na junta entre o cabeçote e o bloco do motor, no próprio bloco ou no cabeçote.

Em qualquer das alternativas há a necessidade de se desmontar o conjunto todo.

Nesse caso, a mão de obra é cara, podendo envolver retífica do cabeçote, do bloco e teste de pressão com líquido revelador de trinca.

Vai demorar e pode ser até economicamente inviável. 

Mas a fumaça é azulada, o que deve ser?

Motor queimando óleo.

É disso que se trata.

Se a baixa do nível envolve a tal fumaça azulada e com cheiro forte saindo pelo escapamento, é sinal de motor cansado, de desgaste excessivo. Problema.

A função do óleo lubrificante é diminuir o atrito entre partes móveis do motor.

Entre cilindros e anéis dos pistões, por exemplo. Peças que trabalham em altas temperaturas e pressões.

O óleo lubrificante tem um tempo de validade, de acordo com as condições de uso.

Se o proprietário do veículo não tiver muita disciplina nas trocas, os desgastes ficarão maiores e as peças vão começar a ficar um pouco “folgadas” em lugares em que deveriam estar perfeitamente ajustadas.

Então o óleo, que deveria formar apenas uma película ultrafina entre as peças, começa a escorrer para dentro de onde não devia: sua câmara de combustão.

Aí três coisas ocorrem:

  1. A queima que deveria ser entre ar e combustível agora tem um terceiro componente: óleo lubrificante;
  2. O cárter começa a ter que ser completado mais frequentemente, pois cada vez mais óleo está sendo queimado, e o nível baixa mais que o normal;
  3. Se o nível do óleo não for completado a tempo, a lubrificação começará a piorar e logo ruídos surgirão. Principalmente advindos de biela e virabrequim. O motor “começará a bater”. Se a coisa toda não for resolvida, o motor pode travar! 

Sem falar do encharcamento de velas e perda de potência associados. 

Então, tá saindo fumaça preta do meu escapamento…

Dessa vez o problema apontado pelo seu escapamento é, possivelmente, associado à uma queima incompleta do combustível misturado ao ar, durante a ignição dos gases.

Se esta mistura estiver incorreta, o combustível será expelido pelo escapamento junto com os gases da queima. Você vai perceber que seu carro parece estar bebendo mais.

Uma mera regulagem de sua injeção eletrônica pode resolver o problema.

Pode ser também que o filtro de ar esteja obstruído. Quem transita muito em estradas não pavimentadas pode ter um problema maior com poeira.

Uma limpeza ou uma troca do filtro pode ser a solução. Simples e barato.
Os custos são bem modestos se comparados aos outros perrengues relacionados à cor da fumaça do escapamento, como visto anteriormente.

Problemas com o escapamento – é bom ficar de olho

É importante manter o escapamento de seu carro em boas condições. Use seus ouvidos para detectar os sons que vem debaixo do assoalho enquanto está dirigindo.
Chocalhos, batidas e baques podem indicar que algum tirante que sustenta o conjunto do escapamento está danificado ou se soltou. Um aumento do volume do ruído pode ser sinal de problemas com o silenciador.
Atente-se principalmente para o cheiro no interior do habitáculo do veículo. Lembre-se que todo esse artigo começou com narizes sensíveis ao cheiro de fumaça.
Ninguém quer ser envenenado por um possível vazamento, certo?

LEIA TAMBÉM...

Solicite seu orçamento agora mesmo!

CONTATO

(47) 3434-6042

WHATSAPP

(47) 9.9986-8855

E-MAIL

contato@achepecas.net

ENDEREÇO

R. Victor Kursancew, 284 - Costa e Silva, Joinville - SC, 89218-400