BLOG ACHE PEÇAS

FERRO VELHO: QUAIS AS PEÇAS DE LATARIA QUE VOCÊ FACILMENTE ENCONTRA

Quem já não passou por isso? Você está dirigindo e, por um descuido, acontece uma colisão. Descuido seu ou do outro motorista, o prejuízo é certo, e agora?

Vamos nos ater apenas ao prejuízo material, Ok? Afinal, nosso assunto aqui é ferro velho.

Assim sendo, o prejuízo é grande e, passado o susto, não se recupera sozinho.

Aí, a solução é recorrer às lojas de autopeças, à própria concessionária ou a um desmanche de veículos – o ferro velho. 

Concessionária, loja de autopeças ou ferro velho – onde encontrar suas peças?

Sem dúvida o lugar onde você encontrará as peças por um preço mais em conta é o ferro velho, já que o negócio da concessionária é apenas vender carros.

Se você possuir um seguro, arrumar na concessionária até vale a pena, já que as peças são originais e os mecânicos são treinados pela fábrica.

Mas também, se você não tiver seguro, ou a colisão não for de grande monta, – o que quer dizer que você não excedeu a franquia, abaixo da qual a seguradora não cobre seus prejuízos – geralmente não compensa levar seu carro na concessionária.

E as lojas de autopeças? Ainda assim é mais caro que o ferro velho, e as peças não são sempre originais! 

Peças: originais x mercado paralelo

Isso é muito importante para algumas pessoas, um pouco menos para outras que não querem ter um grande gasto e por isso se arriscam com peças do mercado paralelo.

Afinal a certificação da montadora de peça original geralmente tem a ver com qualidade.
Ou seja, essas peças, ditas como originais, passam por testes de durabilidade e esforços que dão-lhes mais confiabilidade.

Enfim, peças do mercado paralelo podem não ser construídas com os melhores materiais ou não ter os encaixes exatos de uma peça certificada pela montadora.

Ir no papo do vendedor de que “é igualzinha e todo mundo compra” nem sempre é certeza de boa qualidade.

O ferro velho

Esse termo dói no ouvido de muita gente.

Então que tal recicladora de peças automotivas? Ou desmanche (mas desmanche não é onde levam os carros roubados para depenar?).

Convém dizer que, até 2014, desmanches eram assim mesmo, na sua grande maioria.

Contudo, criada em 2014, a Lei 12.977/14 e a Lei 15,276/14, que ficaram mais conhecidas como Lei do Desmanche, vieram para tentar diminuir o roubo de veículos no país.

Desse modo criou-se uma série de procedimentos, informatizando e burocratizando o setor, levando mais controle ao que entra e sai de um ferro velho.

Todavia, os custos envolvidos para que o proprietário de um ferro velho se adequasse às novas leis foram imensos, mas as melhorias foram evidentes.

Todo um ramo, que antes era praticamente clandestino, foi elevado e incluído na pujante cadeia do setor automotivo.

Assim, aquela velha imagem de terreno baldio, lotado de tranqueiras, que fazia a maioria das pessoas torcer o nariz para as carcaças de carros enferrujando no tempo, com mato crescendo entre um motor jogado e um ninho de cobras, ficou no passado. 

Enfim, quais as peças de lataria mais comuns num ferro velho? 

Em primeiro lugar, como os carros populares são os mais comuns nas ruas do Brasil, já dá pra ver que será mais fácil encontrar uma peça, por exemplo, para um Fiat Palio do que para um Audi Q3, certo?

Mas outra coisa deve ser dita para esclarecer a questão.

É que todo carro, hoje em dia, é projetado com tecnologias de deformação de carroceria que visam evitar ao máximo a transferência de energia cinética, decorrente de um choque, para o interior do habitáculo do veículo, propiciando assim menos danos aos ocupantes.

Isso quer dizer que, no caso de colisão frontal, por exemplo, considerando que foi severa o suficiente para a seguradora dar perda total no veículo, você vai ter as peças da frente do veículo totalmente perdidas, mas se esse choque não foi absolutamente catastrófico – com capotamento, por exemplo – vai haver deformações só até a linha do painel do carro ou um pouco mais.

Portanto, das portas dianteiras para trás, as peças estarão intactas!

Mas e se o choque foi traseiro? É só fazer a analogia inversa. Você perde tudo na região do porta-malas, mas das portas traseiras para frente as peças estarão todas boas.

Do mesmo modo, se o choque foi de um lado: peças daquele lado destruídas, mas traseira, dianteira e o outro lado, tudo perfeito.

Acontece de um carro, comprado num leilão de seguradora, ter, em média, 75% de aproveitamento, o que dá de 250 a 300 peças. 

Concluindo…

As peças de lataria mais fáceis de encontrar num ferro velho são:

  1. Carros populares;
  2. Que estejam há mais tempo no mercado, sem modificações;
  3. Portas! Definitivamente, portas são os itens mais comuns.

Contudo, carros que saíram de linha, mesmo sendo populares, costumam ter, com o passar do tempo, menos peças disponíveis nos estoques dos desmanches.

Um dos carros mais populares de todos os tempos, o Fusca, já começa a ter peças difíceis de achar. Saem das ruas para entrar na história.  

LEIA TAMBÉM...

Solicite seu orçamento agora mesmo!

CONTATO

(47) 3434-6042

WHATSAPP

(47) 9.9986-8855

E-MAIL

contato@achepecas.net

ENDEREÇO

R. Victor Kursancew, 284 - Costa e Silva, Joinville - SC, 89218-400