BLOG ACHE PEÇAS

O QUE VOCÊ PRECISA SABER AGORA SOBRE ÁGUA NO RADIADOR!

Você sabe qual a função do radiador do seu veículo? O radiador é um dos principais componentes do carro e uma das peças do sistema de refrigeração do motor. Ou seja: uma das funções do radiador é evitar que o carro não superaqueça. E como poderia acontecer? É no radiador que ocorre a troca de calor entre o ar e outra substância, e nos carros mais tradicionais, um líquido. Sendo assim, o radiador “espalha” o calor gerado pelo motor, evitando o superaquecimento e alguns danos maiores em outros componentes, como o cabeçote.

Antes de falar sobre o motivo pelo qual colocamos líquido de arrefecimento, é importante entender sobre o processo de resfriamento do carro. Os automóveis possuem um termostato, que é uma espécie de termômetro, que fica próximo ao motor e mede a temperatura gerada. Quando o carro atinge uma temperatura (cada carro tem uma temperatura específica, informada tanto no termômetro no painel, quanto no manual), o termostato eletronicamente aciona dispositivos que permitem que o líquido de refrigeração seja liberado, fazendo a troca de calor e o resfriamento do motor.

Podemos usar qualquer líquido?

Outro ponto importante é sobre a “água”, como é chamado popularmente o líquido de arrefecimento. O termo água não está errado, porém vale ressaltar que o ideal é que se utilize um líquido especial ou a água desmineralizada, e não água comum nesse equipamento. Isso porque, a água de torneira pode conter substâncias como flúor e cloro, componentes esses que, quando adicionados ao radiador, podem causar corrosão de diversos componentes, levando ao desgaste precoce e prejudicando todo o sistema de arrefecimento do automóvel, que com o tempo se leva à troca necessária de diversas peças, como as mangueiras e o próprio radiador.

O melhor tipo de líquido é o indicado pelo fabricante. Essa informação pode ser encontrada facilmente no manual do proprietário, ou pode ser verificada em uma loja de autopeças de sua confiança.

Como já falamos anteriormente, a água de torneira pode conter substâncias que, ao entrar em contato com plástico e metais do sistema de arrefecimento do veículo possuem características corrosivas, que acelera o processo de desgaste e torna mais comuns os problemas de vazamentos, além de criar pontos de ferrugem no radiador, o que leva a comprometimento e com o tempo sendo necessário efetuar a troca de todos os componentes. Os líquidos de arrefecimento, seja a água desmineralizada ou o aditivo para o reservatório, possuem propriedades químicas que prolongam a vida útil de todas as peças do motor e garantindo que o veículo se mantenha refrigerado, evitando dores de cabeça e idas frequentes à oficina mecânica.

Sendo assim, fica clara a importância de consultar o manual do carro, usar sempre o líquido correto e fazer as verificações manuais periódicas, além de ficar atento a sinais durante a direção como a temperatura do motor do carro. Não tem segredo nem requer grandes cuidados, você, dono de veículo, deve se manter atento, assim as visitas às oficinas serão apenas para manutenções periódicas.

Sinais que devem verificar para trocar a água do radiador

O ideal é que se faça uma verificação semanal, além de estar atento a outros sinais de que o carro possa estar com problemas de arrefecimento, como quando o termostato do carro está sempre alto, sendo um sinal frequente de superaquecimento, além de barulhos estranhos vindos do motor. O dono do automóvel também pode notar sinais de vazamentos ao encontrar líquidos no chão onde o carro se encontra parado. Esses líquidos podem ser do sistema responsável pela refrigeração do sistema mecânico e valem a pena fazer uma visita ao mecânico. Além disso, é recomendado que, semanalmente, se verifique o reservatório de líquidos do veículo, para fazer essa verificação o carro deve estar parado em local plano e totalmente frio, ou seja, desligado pelo menos a quatro horas. Abre-se o capô e verifica-se o nível do líquido de arrefecimento, no reservatório o fabricante deixa marcado em alto relevo onde são os níveis máximo e mínimo de líquido.

Ao verificar que o nível do líquido se encontra baixo, não é necessário desespero! Basta ir a uma oficina mecânica de sua confiança ou até mesmo em algum posto de combustível e efetuar a compra de um líquido de arrefecimento para o radiador, caso o proprietário do veículo observe que há algum tipo de vazamento, é importante procurar uma oficina da sua confiança. Inicialmente, o mecânico irá verificar as mangueiras e demais peças do sistema de arrefecimento do carro.

Ao verificar o sistema de arrefecimento por completo, o mecânico dirá o diagnóstico. O orçamento dependerá das demandas da marca, ano e modelo do carro. Muitas vezes, se faz necessário apenas a limpeza do reservatório de líquidos.

Nada de andar com o radiador com defeito!

Se, mesmo com os sinais, você preferir não fazer a manutenção ou troca do seu radiador, as consequências podem ser desastrosas! Com as mangueiras apresentando vazamentos ou ressecadas, o fluido refrigerante não irá fazer o seu caminho habitual, e o motor poderá se fundir. E aí, o orçamento será bem maior!

Caso seja necessário a troca de um radiador, a qualidade é essencial. Esse serviço deve ser feito com o veículo resfriado, para que tudo seja feito da maneira correta. As peças originais são as mais recomendadas, neste caso.

LEIA TAMBÉM...

Solicite seu orçamento agora mesmo!

CONTATO

(47) 3434-6042

WHATSAPP

(47) 9.9986-8855

E-MAIL

contato@achepecas.net

ENDEREÇO

R. Victor Kursancew, 284 - Costa e Silva, Joinville - SC, 89218-400

× Orçamento Rápido