BLOG ACHE PEÇAS

Saiba como diagnosticar disco de freio empenado

Hoje você vai aprender como diagnosticar disco de freio empenado em passos simples.

O disco de freio é uma peça que, juntamente com outras, garante que o carro pare quando você freia. Isso promete uma direção segura.

Porém, como todo sistema veicular, suas peças podem apresentar defeitos. Durante o tempo de uso, pode acabar danificando peças importantes.

 Com o disco de freio não é diferente. Ele pode se desgastar com o tempo e empenar. Devido ao atrito que sofrem de maneira contínua, essa situação é muito comum.

 Aqui você vai aprender a como diagnosticar disco de freio empenado com facilidade. Confere só!

Ao frear, seu carro apresenta vibrações, pode ser problema nos discos

  Quando o disco de freio foi bastante usado, pode ocasionar deformidades em sua estrutura. A continuidade dos atritos desgastam suas paredes e elas podem empenar.

 Isso pode ser identificado, quando você vai frear o carro e, ele começa a trepidar. Você sabe que num processo normal, isso não aconteceria. Então, já pode começar a avaliar o que pode estar errado.

No momento em que você aciona o freio, as pastilhas entram em contato com os discos. Isso faz aumentar a temperatura. Esse calor além do normal, também pode deformar.

Com isso, acaba gerando uma irregularidade na frenagem que é sentida pelos passageiros por alguns solavancos e vibrações. 

Essa situação pode tornar-se perigosa, porque acaba atrapalhando a direção do motorista. 

 Sendo assim, a importância de procurar uma oficina especializada e ver o que está acontecendo é essencial. Por isso, é tão importante que você saiba como diagnosticar disco de freio empenado.

Se o seu carro tem freio a disco nas quatro rodas, os traseiros também podem apresentar vibrações.

 Para quem tem carro com freio a disco em todas as rodas, pode ficar atento ao mesmo fenômeno. As vibrações podem se dar também nas rodas traseiras, se o disco de freio estiver empenado.

 Carros com freio a disco tem uma condição de ventilação melhor. Isso garante um mecanismo mais resistente. Porém, está sujeito ao mesmo processo de empenamento devido ao uso contínuo.

Alguns motivos que causam empenamento dos discos:

Assentamento das pastilhas de freio;

 Se você já trocou as pastilhas de freio do seu carro, já notou uma situação bem comum. Logo quando estão novas, o freio perde um pouco sua eficiência por um curto período.

 É necessário esperar o assentamento das pastilhas de freio para que o processo tenha melhor eficácia.

 Já que o freio só é possível por conta do atrito entre os discos e as pastilhas de freio, essa fase é importante.

 O que acontece é que nesse período de adaptação, o aquecimento por conta do atrito é ainda maior. Então, muitos motoristas tendem a fazer freadas bruscas ou exigir mais do que o veículo pode oferecer.

 Sendo assim, os discos podem acabar empenando, trazendo prejuízo.

Rodas presas;

 Quando as rodas não respondem corretamente aos comandos, podem acabar empenando os discos de freio. Possivelmente, há algum defeito nas conexões do sistema e precisam ser avaliadas por um profissional especializado.

Essa especialização traz a segurança de que seu carro será bem tratado. Muitas vezes, esse problema de rodas presas pode ser ocasionado por falta de experiência do profissional que deixou de ajustar pontos importantes. Isso pode acabar trazendo mais prejuízo.

Freios traseiros poucos eficientes;

Quando não se tem freios traseiros bem eficientes, acabamos por sobrecarregar os freios dianteiros.

Então, nessa sobrecarga os discos de freio podem empenar com mais facilidade.

Por isso, é tão importante as constantes revisões em oficinas especializadas. Pois, não somente será percebido o disco de freio, mas tudo aquilo que compõe o sistema de freios do seu carro.

As principais causas de superaquecimento dos discos de freio

Como você percebeu, o superaquecimento dos discos de freio é uma das principais causas de seu empenamento. 

 Esse aumento de temperatura ou mesmo mau uso do equipamento traz consequências marcantes nessas peças. 

Os discos de freio apresentam-se como uma parte do seu veículo que é bastante exigida. Nisso, as questões de temperatura e atrito são extremas. Por isso, já que é uma peça que representa tanta segurança, você deve escolher sempre o melhor.

Quando trocar os discos?

Geralmente, para solucionar o problema do empenamento dos freios de disco é recomendada a sua troca. 

 Se você fizer sua revisão de maneira periódica, o profissional irá indicar o momento correto de troca. De maneira geral, o  disco de freio está pronto para troca a cada 40 mil quilômetros rodados.

 Apesar disso, é interessante verificar a cada 10 mil quilômetros rodados para averiguar seu estado. Cada fabricante vai indicar o momento e a forma correta para que isso seja realizado.

 Algumas pessoas optam pela retífica dos discos. Porém, isso não é indicado. Sempre prefira trocar a peça, mesmo que custe um pouco mais de investimento.

 Lembre-se que estamos falando de segurança de vidas. Além da sua, de seus queridos que viajam com você.

Aprendemos juntos como diagnosticar disco de freio empenado e quais os principais causadores desse defeito.

 Com essas informações, você está mais apto a observar melhor o seu veículo. Isso ajuda também o seu mecânico a encontrar as melhores possibilidades para ajustar o seu caso.

 Em se tratando de segurança, não precisamos poupar investimento. Afinal, muitas pessoas economizando dinheiro, acabaram perdendo a vida. Essa é uma troca muito ruim.

 Se especialize em seu veículo e aprenda cada vez mais como ter conforto e segurança em seu principal meio de transporte!

LEIA TAMBÉM...

Solicite seu orçamento agora mesmo!

CONTATO

(47) 3434-6042

WHATSAPP

(47) 9.9986-8855

E-MAIL

contato@achepecas.net

ENDEREÇO

R. Victor Kursancew, 284 - Costa e Silva, Joinville - SC, 89218-400

× Orçamento Rápido